amor aos animais
mais de 40 anos prestando serviços aos animais
   Rua Santa Clara, 327-A - Copacabana
   Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22041-011
   Localize no mapa >
home  >  dicas e curiosidades  >  leptospirose canina  >  
LEPTOSPIROSE CANINA

A leptospirose é uma doença infecciosa, de notificação compulsória, causada pelas bactérias do gênero Leptospira. Trata-se de uma das mais freqüentes zoonoses, sendo observada principalmente nos meses mais chuvosos, em áreas alagadas e/ou deficientes em saneamento. Tanto os animais domésticos quanto os selvagens são reservatórios para esta enfermidade.
No cão, a leptospirose é caracterizada por doença renal e/ou hepática aguda, e às vezes pode levar a uma septicemia. Nos casos crônicos, observam-se seqüelas como doença renal crônica. Em gatos, esta enfermidade é rara.

Sinais Clínicos
Infecções peragudas levam à leptospiremia intensa, choque e morte do animal. Em infecções menos agudas observam-se febre, anorexia, vômitos incoercíveis, desidratação, poliúria, polidipsia e relutância ao movimento. Com a progressão do quadro pode surgir oligúria e anúria.
Na forma crônica, podem não haver sinais clínicos evidentes. O animal pode apresentar febre sem motivo aparente e conjuntivite modera a severa. No entanto, distúrbios renais e hepáticos crônicos podem surgir em conseqüência da leptospirose.
Animais jovens que não foram vacinados, ou cujas mães não foram vacinadas, possuem um risco maior de desenvolver a doença peraguda, podendo levar o animal a morte devido a septicemia ou ainda intensa hemólise.

Diagnóstico
O diagnóstico da leptospirose consiste em detectar a bactéria no sangue ou na urina do animal acometido ou demonstrar um aumento nos títulos de anticorpos para um determinado sorovar. O diagnóstico laboratorial inclui hematologia, urinálise, sorologia e identificação da bactéria em tecidos apropriados.

Controle
O controle deve ser feito através de vacinação dos animais, visto a impossibilidade de eliminar os reservatórios desta enfermidade. Este controle requer especial atenção, haja vista a alta taxa de mortalidade apesar dos tratamentos intensivos e de seqüelas irreversíveis. A vacinação tem sido efetiva, reduzindo a prevalência e severidade da doença.

Infecção no Homem
Em 80% dos casos, o homem pode infectar-se indiretamente pelo contato com água contaminada com urina de animais infectados; ou diretamente por mordedura, manipulação de tecidos contaminados e ingestão de alimentos ou água contaminados. A contaminação direta entre pessoas é extremamente rara.
A contaminação humana ocorre principalmente em áreas alagadas e em profissionais de risco (agricultores, veterinários etc). É facilitada quando a pele está amolecida (pelo efeito da água) ou lesada. Os principais sintomas no home são: febre (39°-40°C), tremores, dores de cabeça, mialgia, artralgia, astenia, irritação ocular e conjuntivite.


Você encontra tudo o que precisa para o seu pet e ainda conta com o serviço de entre...

 Dicas e Curiosidades

FibreCycle: a solução para o uso de areia nas caixas higiências ...

Belchior Chien Maria e Don Quixote Lille Thiffany
Formas de Pagamento
dinheiro, cheque, cartão de débito redeshop e visa electron, cartão de crédito visa, mastercard, diners e american express
Siga o INPA
Endereço
Rua Santa Clara, 327-A - Copacabana
Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22041-011
Localize no mapa >       Telefones >